A terceira idade fica melhor com Pilates

 
 Crédito: Tiago Muraro

Crédito: Tiago Muraro

Com a chegada da melhor idade, as alterações fisiológicas que ocorrem neste período, diminuem a aptidão física e prejudicam a disposição, pois é nesta etapa da vida que surgem as doenças crônicas degenerativas, sendo estas, muitas vezes acompanhadas de dor. 

A prática de exercícios físicos é fundamental em todas as fases da vida. No método Pilates, os exercícios podem ser realizados com baixa intensidade, as molas dos equipamentos de Pilates podem ser utilizadas para dar assistência na realização dos exercícios, promovendo desta forma mais segurança durante os movimentos.

Manter a independência e melhorar o estilo de vida encoraja o idoso a realizar as tarefas do dia a dia, como caminhar, segurar objetos e levantar-se com segurança.

Na melhor idade, os benefícios da prática do método são diversos como o aumento da força muscular e mobilidade articular, aumento dos reflexos de ação e reação, prevenção e controle da osteoporose, melhora da coordenação e do equilíbrio e consequentemente a redução de quedas e acidentes.

Como dizia Joseph Hubertus Pilates: “Se aos 30 anos você está sem flexibilidade e fora de forma, você é um velho. Se aos 60 anos você é flexível e forte, você é um jovem”.