A importância da profissionalização no Método Pilates

 

Desde que o método Pilates foi introduzido no Brasil, aos dias de hoje, nota-se o aumento no números de adeptos ao método, sejam praticantes ou profissionais. Novos estúdios são inaugurados em várias cidades, o que demonstra o interesse do brasileiro na prática do Pilates pelos mais diferentes motivos. 

Jovens, adultos e idosos têm descoberto o benefícios do método Pilates para a saúde, tanto à nível de condicionamento físico, quanto terapêutico. Por isso, atletas, idosos e, inclusive pessoas que possuem diversas patologias, procuram o método, já que não existe contra indicação para a sua prática. A evolução do método nos últimos anos, a partir de evidências científicas, tem, de certo, contribuído para a consolidação do método até como indicação para tratamento médico e como alternativa de estilo e qualidade de vida. 

Formação e qualificação do profissional de Pilates

Se há o crescente interesse em se praticar o método, há a necessidade em formar profissionais capacitados para acompanhar e orientar os praticantes. Afinal, qualquer exercício físico, quando executado de maneira incorreta, pode gerar lesões e prejudicar a saúde do praticante. Portanto, é recomendado que o profissional de Pilates tenha uma formação acadêmica na área da saúde e um vasto conhecimento em anatomia e biomecânica do movimento. Pois o profissional precisa aplicar as devidas adaptações, de acordo com o praticante. 

Sim, acreditamos que é fundamental ter a formação completa em Pilates antes de começar a atuar como profissional / instrutor de Pilates. É importante para o conhecimento do método e para que os profissionais sigam as diretrizes estabelecidas pelo criador do método Pilates. Para uma boa formação, há escolas certificadas que seguem algumas normas estabelecidas internacionalmente e são reconhecidas mundialmente. 

Qual é o perfil do profissional apto a orientar no método Pilates

Vale ressaltar que este post tem por objetivo informar sobre a importância da profissionalização do método e não pretende apontar regras e discursos sobre quem deve ou não deve se tornar um profissional do Pilates, ok? Então, vida que segue. 

O que as instituições profissionais falam sobre os que estão aptos a instruir no método? Segundo o Conselho Federal de Educação Física (CONFEF), na resolução de nº 201/2010, os educadores físicos estão aptos. Já o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) atesta aptidão aos fisioterapeutas. 

Ainda sim, estamos falando de aptidão, de profissionais com uma formação acadêmica básica e importante para se tornarem profissionais de Pilates, que precisa ter experiência e domínio do método no seu próprio corpo antes de tudo. É interessante que o profissional seja bem preparado no método. E, para tal, há a formação completa de Pilates, direcionada aos profissionais da área do movimento, com conhecimento em anatomia e biomecânica, dura cerca de dois anos. É composta por aulas práticas, teóricas, observação e supervisão de instrutores já formados.

Oportunidades na área do Pilates

Como toda e qualquer área de atuação, para um profissional bem formado, com experiência e, é claro, com atributos pessoais, como disciplina, dedicação, ética e seriedade, as oportunidades para o profissional de Pilates são muitas. É um amplo mercado de atuação, pois o método abrange a área de reabilitação, condicionamento físico e prevenção de lesões. Estamos falando da possibilidade de atuar em todas as faixas etárias e dentro de diferentes objetivos de vida. Além da possibilidade de se tornar um empreendedor, com estúdio próprio, caso seja seu perfil. Confira esta e mais oportunidades na área profissional do Pilates aqui.

Como escolher um bom instrutor e um estúdio de Pilates

Do ponto de vista do praticante ou que está cogitando iniciar a prática do Pilates, é importante saber sobre a formação dos instrutores e até mesmo procurar avaliar a qualidade técnica da aula numa aula experimental. O ideal é que o profissional apresente a capacidade de adaptar a aula às necessidade individuais do aluno e que o estúdio apresenta uma metodologia de aula que promova essa customização do treinamento e explore o repertório e os aparelhos. 

Curtimos e acreditamos, mesmo, que com uma formação de qualidade no método, constante busca em estudar e explorar o método Pilates na sua essência e comprometimento dos instrutores, teremos ótimos profissionais para área e que promovem excelentes resultados na vida dos muitos praticantes do Pilates.